Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Obra de mais de R$ 14 milhões está paralisada em Santa Rita e vereador vai pedir investigação do Ministério Público

Uma obra que já ultrapassa o valor de R$ 14 milhões, mas que está paralisada em Santa Rita, região metropolitana de João Pessoa, deve virar alvo de investigação do Ministério Público. Em entrevista ao ClickPB, neste sábado (2), o vereador Celio Rufino garantiu que irá protocolar denúncia na promotoria local para apurar os prejuízos aos cofres públicos e à população.

Trata-se de uma obra de pavimentação que inclui duas avenidas com apenas 2,7 quilômetros e mais quatro ruas que dão acesso as vias principais. A pavimentação começou em fevereiro de 2022 e deveria ter sido concluída em fevereiro de 2023, mas não foi o que aconteceu.

Nomeado pela prefeitura municipal de ‘via nova’,  o projeto prevê a pavimentação e drenagem nas avenidas Assis Chateaubreant e Arnaldo Bonifácio. Estão incluídas na proposta, também, as ruas Vereador Félix Araújo, Governador Osvaldo Trigueiro, Senador Adalberto Ribeiro e a ligação entre a rua Embaixador Milton Cabral com a Governador Osvaldo Trigueiro.

Todas fazem parte do que deveria ser um grande projeto de mobilidade urbana em Santa Rita, mas viraram o pesadelo dos moradores, de acordo com o parlamentar.

“Nós fomos lá e verificamos que a obra está paralisada. Na avenida Arnaldo Bonifácio nem sequer o asfalto foi colocado. Conversamos com vários moradores e eles nos revelaram que há mais de seis meses nenhum trabalhador aparece por lá. A Avenida Assis Chateaubreant foi feito o asfaltamento, mas já está toda destruída, cheio de buracos, com afundamento e não tem nenhuma sinalização. As ruas transversais que estão no projeto também estão com as obras paradas”, revelou Celio Rufino ao ClickPB.

Inicialmente, a obra estava orçada em R$ 10.882.787,62, mas segundo o parlamentar, com os aditivos feitos, o valor já chega a R$ 14.063.667,79. Diante do verificado, Celio Rufino pretende protocolar uma denúncia junto ao Ministério Público.

“Estamos juntando material e vamos buscar o Ministério Público no sentido de que o prefeito Emerson Panta possa explicar o custo desta obra”, ressaltou o vereador na conversa com o ClickPB.

Fonte: clickpb