Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Câmara aprova MP que abre crédito de R$ 200 milhões para combate à gripe aviária – Notícias

Discussão e votação de propostas. Dep. Sergio Souza (MDB - PR)


27/09/2023 – 22:09  

Bruno Spada/Câmara dos Deputadas

Sergio Souza, relator da medida provisória

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira (27) a Medida Provisória 1177/23, que abre crédito extraordinário de R$ 200 milhões no Orçamento de 2023 para combater a gripe aviária. A MP será enviada ao Senado.

Segundo o governo, o crédito será usado pelo Ministério da Agricultura e Pecuária no Sistema Unificado de Atenção à Sanidade Agropecuária.

O ministro da pasta, Carlos Fávaro, informou que a medida foi elaborada em conjunto com os ministérios da Saúde e do Meio Ambiente e Mudança do Clima, com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e a Defesa Civil, além de órgãos estaduais.

A MP foi editada no início de junho, quando foi confirmado foco da gripe aviária em Ubatuba (SP) na ave silvestre Trinta-Réis-Real. Outros casos já haviam sido confirmados no Rio de Janeiro, no Espírito Santo e no Rio Grande do Sul.

Serviços
O dinheiro servirá para pagar o deslocamento de equipes do serviço veterinário oficial e da vigilância agropecuária internacional, bem como outras equipes que sejam necessárias, como bombeiros, defesa civil e Exército.

Poderá ser usado ainda na contratação de mão de obra para os serviços de desinfecção, para a compra de equipamentos de proteção individual e de materiais para coleta de amostras, de desinfetantes, lonas e bombas pulverizadoras.

Outra finalidade é a construção de rodolúvios e arcolúvios, equipamentos que pulverizam sanitizante diluído em água para higienização externa de veículos a fim de criar um sistema de barreira de contenção contra o vírus.

A redação final da MP foi assinada pelo relator, deputado Sergio Souza (MDB-PR).

Saiba mais sobre a tramitação de medidas provisórias

Reportagem – Eduardo Piovesan
Edição – Pierre Triboli



Fonte link