Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Donas da Farra, Luciene Melo, Banda Cascavel e Waldonys comandaram segunda noite do evento

Donas da Farra, Luciene Melo, Banda Cascavel e Waldonys comandaram segunda noite do evento


O São João Multicultural de João Pessoa balançou o Parque Solon de Lucena, nesta sexta-feira (21). Com muito forró e energia, passaram pelo palco o grupo Donas da Farra, a cantora Luciene Melo, Banda Cascavel e o cantor Waldonys. O evento, realizado pela Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope), segue até a segunda-feira (24), Dia de São João, sempre a partir das 19h.

“Nosso São João está forte, está intenso, com uma programação de artistas que valorizam o forró, com a presença e o estímulo às culturas populares. O resultado é esse que nós estamos vendo. O público de João Pessoa abraça nosso projeto de São João. Todo mundo, de forma muito democrática, tem acesso ao Parque Solon de Lucena, vem dançar, cada um do seu jeito, cada família se organiza para isso, para curtir a festa”, observou o diretor executivo da Funjope, Marcus Alves.

Ele ressaltou que a Funjope e a Prefeitura de João Pessoa só têm agradecimentos a todos os envolvidos. “Agradecemos a confiança dos artistas e, sobretudo, a consciência e a certeza de que estamos no caminho certo, construindo o futuro de uma política de cultura e de entretenimento para nossa cidade”.

Esse, segundo ele, é o projeto da Funjope, junto com o prefeito Cícero Lucena. “Ele tem nos estimulado para garantir a valorização da diversidade das culturas de João Pessoa e, no período junino, não é diferente. Estamos muito contentes com o resultado de tudo isso e temos certeza de que estamos fazendo um grande São João”, acrescentou.

Público – Quem vai ao São João Multicultural só tem boas impressões. Foi o que garantiu a comerciária Ana Carla Medeiros de Araújo, que saiu do trabalho direto para o evento.

“Estou achando uma festa muito boa, tranquila. E um dia que não posso perder é a segunda-feira, com Núzio. Vai ser incrível. Eu acho muito importante esse tipo de festa gratuita, principalmente para o comércio. Tanta gente que precisa de uma barraquinha dessa e aqui tem a oportunidade de montar para ganhar um extra. Para o público também é bom demais e a gente tem que aproveitar porque é São João”, afirmou.

O torneiro mecânico Severino dos Ramos Silva era só animação e afirmou que a Prefeitura está de parabéns com o evento. “Eu estou gostando muito”, resumiu.

A estagiária Nicoly Cavalcante estava feliz em participar do São João Multicultural. “Gosto muito das bandas e acho importantíssimo a Prefeitura, junto com a Funjope, realizar um evento como esse, gratuito. Tem muita gente que não tem condições de ir para shows pagos e aqui na Lagoa é um evento grande, gratuito, que ajuda também os comerciantes. Todo mundo sai ganhando, num local muito acessível”, pontuou.

Para o sacristão Roberto Ferreira, a iniciativa é muito boa. “É um evento muito acertado, como todos os que a Funjope faz. É muito bom, movimenta o Centro, tem parquinho para as crianças. Está de parabéns”, elogiou.

Artistas – As Rainhas da Farra fizeram um show eletrizante e comemoraram muito ao sair do palco. “Para nós, é muito gratificante fazer parte desse evento. É nossa primeira vez aqui e estamos muito felizes de estar no São João da Capital. Tanta gente nos recepcionando. Estamos sem palavras para descrever toda a emoção que estamos sentindo. É só um sentimento de gratidão e felicidade”, declarou Emanuela, uma das integrantes do grupo.

“Realmente é um sentimento de emoção. A gente sente aquele frio na barriga, de como vai ser recebido na cidade, mas foi incrível. Todos muito participativos, muito alegres, muito animados. E a nossa farra, a nossa festa, o nosso show depende do público. Então, quando somos recebidas dessa forma, abraçadas dessa forma é maravilhoso. Foi incrível”, emendou Larissa, que também compõe a dupla com Emanuela.

A cantora Luciene Melo fez uma apresentação cheia de energia, cantando sucessos que marcaram uma geração. “Minha alegria está imensa. Estou muito feliz e me sinto honrada de estar participando desse arraiá da Capital. Quem disse que João Pessoa não tem São João se enganou porque o São João está a coisa mais linda”.

Luciene Melo enfatizou que a festa foi, de fato, para o povo. “Quero, desde já, parabenizar toda a equipe da Prefeitura, da Funjope, ao nosso prefeito Cícero Lucena porque está realmente uma festa para o povo, para as pessoas que não podem pagar ingresso nos shows, não podem viajar, que ficam em casa com suas famílias. Hoje é para a família de João Pessoa curtir esse arraiá. Está lindo demais, uma estrutura magnífica”, elogiou.

A Banda Cascavel, formada por Deborah Cristina, Rosy Martins e Isaías Lima foi a terceira atração a se apresentar no São João Multicultural de João Pessoa. “Estar de volta a João Pessoa, trazendo o nosso legado, a nossa música romântica, o nosso forró romântico para toda a Paraíba e para João Pessoa, que nos recebe sempre com tanto carinho, é uma satisfação enorme. Que alegria!”, afirmou Isaías Lima.

O cantor Waldonys encerrou a segunda noite do evento cantando sucessos que o público acompanhou de cor. No palco, o artista homenageou cantores nordestinos como Genival Lacerda e Luiz Gonzaga.

Por fim, Waldonys fez um resumo sobre o que representa para ele tocar em João Pessoa e agradeceu a oportunidade de estar na capital da Paraíba. “É uma alegria estar tocando e cantando para vocês na melhor época do ano. Muito obrigado”, resumiu o cantor.

Segurança – Quem participa do São João Multicultural de João Pessoa percebe, em todos os espaços do Parque Solon de Lucena, a presença das forças de segurança, que garantem um evento tranquilo e seguro.

Nesta sexta-feira (21), patrulhamento a pé com 40 homens, conforme o aspirante Yuri Tavares Rocha. Além destes, há o policiamento motorizado, Corpo de Bombeiros, Guarda Municipal, com cerca de 100 homens, policiamento de trânsito com média de 50 homens por noite e policiamento montado, sem contar com a Força Regional da Polícia Militar.

O Samu também está a postos todas as noites com uma unidade de suporte básico, outra de suporte avançado e duas equipes de motolância. Ao todo, são, em média, 10 profissionais a cada noite.

Comerciantes – Quem trabalha no comércio, além do lucro com as vendas, aproveita para curtir todos os shows. Jorge Cardoso da Silva, que vende água, bebidas e churrasco, afirmou que, a cada dia, os shows são melhores. “Ontem teve Elba, hoje é tanta gente boa. Só tem show especial nesse São João e a gente aproveita para trabalhar se divertindo”, ressaltou.

Programação – Os shows do São João Multicultural seguem neste sábado (22), com Luka Bass subindo ao palco às 19h. Logo depois tem Sâmya Maia e, em seguida, Bonde do Brasil, encerrando a programação com show de Ton Oliveira.

Na véspera de São João, domingo (23), Berinho Lima será o primeiro a se apresentar. A cantora Mara Pavanelly vem na sequência, seguida pela cantora Eliane, a Rainha do Forró. A cantora Danieze Santiago canta a partir da 0h30.

O São João Multicultural de João Pessoa segue no feriado de segunda-feira (24), Dia de São João, com as apresentações de Renno Poeta, Banda Magníficos, Núzio e Kally Fonseca.

Integração – O São João Multicultural de João Pessoa é uma ação integrada da Prefeitura de João Pessoa e Governo do Estado, envolvendo várias secretarias como a Comunicação (Secom), Infraestrutura (Seinfra), Desenvolvimento Urbano (Sedurb), Saúde (SMS), Meio Ambiente (Semam), Segurança Pública Municipal (Semusb) com a Guarda Municipal, Mobilidade Urbana (Semob), Limpeza Urbana (Emlur), Polícia Militar, Samu e Corpo de Bombeiros.



Link da fonte aqui!