Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Sabadinho Bom vai ter xote, choro e baião com Potyzinho Lucena

Sabadinho Bom vai ter xote, choro e baião com Potyzinho Lucena


A Fundação Cultural de João Pessoa (Funjope) realiza, neste final de semana, um Sabadinho Bom cheio de ritmos e um pouco da alegria do período junino. O instrumentista Potyzinho Lucena vai levar, além do choro, xote, baião e forró para a Praça Rio Branco, no primeiro evento no mês de julho. A apresentação começa às 12h30 deste sábado (6) e é gratuita.

O diretor executivo da Funjope, Marcus Alves, declara que, semanalmente, todos que fazem a Funjope ficam muito contentes por poder realizar o Sabadinho Bom, que se transformou em uma ação de referência cultural e artística para toda a cidade de João Pessoa, para os moradores e o turista.

“Eu tenho sempre dito que o Sabadinho Bom não é só um evento cultural, é uma ação de perfil socioantropológico, porque representa muito o comportamento da cidade de João Pessoa, consegue integrar gerações em torno da música, do choro, do samba, do forró, valoriza os artistas locais”, avalia.

Marcus Alves lembra que a Fundação não repete artistas. Além disso, todos os contratados para o Sabadinho Bom têm sempre o perfil de ser da cidade de João Pessoa ou do estado da Paraíba. “Eles vêm abrilhantar as nossas tardes de sábado no Centro Histórico de João Pessoa”, acrescenta.

O músico Potyzinho Lucena também celebra o valor do evento. “Na minha opinião, o projeto Sabadinho Bom é o melhor e mais importante projeto musical da cidade. Além de músicos experientes, também se apresentam músicos da nova safra paraibana, contribuindo e fortalecendo cada vez mais nossa cultura popular brasileira”, observa Potyzinho.

Para enriquecer a iniciativa, ele preparou um repertório especial. Além de clássicos do choro já consagrados, vai apresentar algumas músicas autorais. “Também forró, xote e baião para relembrar um pouco dos festejos juninos”, adianta.

Entre as músicas que serão tocadas ele destaca ‘Delicado’, de Waldir Azevedo; ‘Doce de coco’, de Jacob do Bandolim; ‘Feira de Mangaio’, de Sivuca e Glorinha Gadelha; ‘Peladinha’, de Potyzinho Lucena; e ‘Bebê’, de Hermeto Pascoal.

Acompanham o músico no Sabadinho Bom os instrumentistas Eduardo Fiorussi no violão sete cordas; Francisco Neto e Alisson Cavalcante, na percussão.

“A minha expectativa é a melhor possível. Estamos esperando um Sabadinho caloroso, cheio de boas energias, com um público maravilhoso que só o Sabadinho tem”, pontua. Potyzinho ressalta que vão acontecer algumas participações especiais. “Mas, é surpresa. Tem que ir para poder conferir”, completa.



Link da fonte aqui!