Generic selectors
Exact matches only
Search in title
Search in content
Post Type Selectors

Pescadores desaparecidos em São Pedro de Moel estavam presos nas dornas do peixe – Portugal

Pescadores desaparecidos em São Pedro de Moel estavam presos nas dornas do peixe – Portugal



Foram na quarta-feira encontrados, presos debaixo das dornas usadas para acondicionar o pescado, os três pescadores desaparecidos desde a passada quarta-feira, quando a traineira ‘Virgem Dolorosa’ naufragou ao largo da praia do Samouco, na Marinha Grande. Ao fim de sete dias de buscas, os corpos foram encontrados por uma equipa de mergulhadores privada, que estava a levar a cabo as operações de reflutuação da embarcação.Os primeiros dois cadáveres foram descobertos pela uma da tarde e, de imediato, os mergulhadores decidiram reiniciar as buscas na traineira afundada, com vista a encontrar o último desaparecido.
Os corpos foram removidos para uma embarcação de suporte aos mergulhadores e depois conduzidos para o Porto da Nazaré, onde foram recebidos pelos bombeiros locais e Voluntários de Alcobaça, que os transportaram para o Instituto de Medicina Legal de Leiria, onde serão autopsiados.No dia do naufrágio, a traineira ‘Virgem Dolorosa’, com 17 tripulantes, encontrava-se a cerca de uma milha náutica da costa quando sofreu um acidente, cujas causas ainda estão por explicar, e naufragou. A situação foi presenciada por uma embarcação nas imediações, que deu o alerta para as autoridades. Entre os tripulantes, seis perderam a vida e 11 ficaram feridos, um deles grave, que se encontra a recuperar no hospital. O psicólogo da Polícia Marítima acompanha os familiares no reconhecimento.

FIGUEIRA DA FOZ FAMÍLIAS DE LUTO

São naturais ou residentes na Leirosa todos os náufragos do ‘Virgem Dolorosa’. Perderam a vida os pescadores José Garcia, Joel Reboca, Jorge Evangelista, Eugénio Pata, Filipe Julião e José Jacinto.

BUSCAS MERGULHADORES E DRONES

Na última semana, a ‘Virgem Dolorosa’ foi alvo de buscas por parte de várias equipas de mergulhadores e um drone, que não conseguiram encontrar os pescadores. Só ao sétimo dia foi possível localizar as vítimas.









Link da fonte aqui!